Fotos perdidas, histórias que jamais serão esquecidas.

IMG_0765

Passei o último final de semana acampando com a minha família e o meu namorado. Acabei deixando meu celular desligado quase o tempo todo. Usei-o apenas para tirar algumas fotos. Infelizmente, por um problema no meu computador, perdi a maioria delas. Mas tudo bem, as memórias continuam aqui e daqui não irão sumir (a menos que algum dia eu tenha alzheimer ou leve uma pancada bem forte da cabeça).
Outra coisa que não irá sumir tão cedo é a sensação de total tranquilidade que eu tive longe de tudo e todos. E ao voltar, a pressão voltou junto. A pressa, a sensação de estar desperdiçando tempo, a ansiedade por fazer algo que ainda não descobri o que é. A vontade é simplesmente sair correndo e gritar bem alto pra esvaziar qualquer sentimento ruim que eu tenha guardado aqui. Talvez não funcione, mas quem sabe um dia eu tente.
Foram 4 dias praticamente sem me olhar no espelho, totalmente sem maquiagem, sem perfume, roupas bonitas e acho que nunca me senti tão bem comigo mesma. É claro que logo que voltei já arrumei o cabelo e fiz minha maquiagem, mas continuei satisfeita comigo como nunca estive antes.
Acampar na beira da praia, dormir com o som do mar, e apenas observar as estrelas. Todo mundo deveria experimentar tal sensação algum dia. A natureza é a coisa mais simples e revitalizante que temos.
Adultos estressados, adolescentes procurando uma fuga e crianças diversão. Esqueçam os hotéis chiques, parque-aquáticos e e os de diversão. Escondam-se nas florestas, tomem banho de mar, e observem as estrelas. Somos tão pequenos pra se preocupar.

Avril Lavigne no Rio

Depois de um dia inteiro na praia, finalmente chegou a hora tão esperada! Só pra aumentar minha ansiedade, a fila pra entrar no show da Avril Lavigne estava GIGANTE. E o segurança avisando que íamos acabar entrando junto com a banda não ajudou muito. Mas tudo ficou perfeito quando a galera gritou e se esmagou pra chegar mais perto daquela pequena pessoa em cima do palco.
20140503-231552.jpg
Quando essa loirinha subiu no palco com orelhas de gatinho e uma saia com Hello Kitties, cantando Hello Kitty, eu ainda não acreditava que estava realmente ali. Mas depois de Girlfriend, comecei a perceber que aquilo estava mesmo acontecendo.
Ela saiu e voltou cantando Rock N’ Roll, e se a galera não tava tao animada antes, com certeza ficou!
Cantou Smile e logo após disse que nós, brasileiros, éramos a razão pela qual ela sorria, awn, que fofa. Continuou com I Always Get What I Want, tirou um pausa pra trocar de roupa e cantou Give You What You Like, When You’re Gone, Nobody’s Home, I’m With You, e acho que My Happy Ending, mas não tenho certeza a ordem certinha. Eu estava meio ocupada demais me esgoelando pra prestar atenção nisso.
20140504-000216.jpg
E na melhor parte do show ela apareceu assim, com chifres e toda de preto, awn ❤ Entrou cantando Bad Girl, e depois a melhor música de todos os tempos: He Wasn't, seguida de Sk8ter Boi, que está em segundo lugar na minha lista de melhores músicas.
20140504-001127.jpg
Depois disso ela saiu, e o público ficou pedindo “Complicated” e “Let Me Go”, até o momento de um tufo de cabelo amarelo reaparecer na bateria, tocando Song 2, e depois se apossou do microfone de novo pra finalizar lindamente com What The Hell e Complicated, que foi quando fotos dela antiga e atualmente, junto com alguns pedaços de seus clipes, começaram a aparecer no telão, e a menina do meu lado começou a chorar desesperadamente. Acredito que muita gente devia estar naquele estado também. Eu tava tão feliz que não consegui nem pensar em chorar, mas fiz isso logo depois que entrei no taxi pra voltar ao hotel.
Realizei um dos meus maiores sonhos, e aconselho a todos tentar fazer o mesmo. Ainda não acredito que realmente fui no show, por mais que a falta de memória do meu celular fique me lembrando disso o tempo todo. É bem difícil de explicar como eu me senti lá e como me sinto agora, mas é algo parecido com sonhar, realmente. Ah, se eu estou sonhando, por favor, que não me acordem nunca mais.

Adeus, Abril. Olá, Rio de Janeiro!

20140501-230121.jpg
Finalmente o mês que eu menos gosto acabou! E maio caiu do paraíso até mim trazendo junto Avril Lavigne e One Direction <3. E agora, cá estou, no Rio de Janeiro, pra ver o show daquela loirinha linda. Ou seja, nada de passeios de turista :/
É incrivel como quase tudo é pixado por aqui. Até nos canos de esgoto grudados ao lado das pontes, no alto das propagandas, lateral de viadutos, e outros lugares que eu não consigo imaginar como a tal pessoa chegou lá, mas ok. Capaz de ter alguma coisa até no teto dos túneis. Assim como em Floripa, a maioria é apenas rabiscos, enquanto outros são verdadeiras obras de arte. Mas a diferença em relação a quantidade é gritante.

20140501-230148.jpg
Parei de pensar nisso assim que cheguei na Barra da Tijuca, o lugar do nosso hotel, e fui recebida por esse leão super carismático e que combina totalmente com a decoração meio submarina do hotel. Quase todos os empregados se vestiam como marinheiros, era bem fofo.

20140501-230141.jpg
Infelizmente, só podíamos entrar nos quartos depois das 11hrs, e chegamos lá 10h, mais ou menos. O jeito foi trocar de roupa e dar uma caminhada pela praia. No caminho, uma moça me entrevistou por causa do meu cabelo rosa. Foi bem legal, mas na minha cabeça é um assunto tão normal que fiquei meio surpresa quando ela perguntou pra minha mãe o que ela, quando era mais nova, achava das pessoas que tinham cabelo colorido. E ela respondeu que pensava que eram todos meio doidos. Sou doida, então?

20140501-230131.jpg
Enquanto minha mãe e a Gi iam tomar um banho de mar, eu e meu pai capotamos na cama até as 15hrs. Uhul, super divertido. Matamos tempo em um dos quiosques que tem de 10 em 10 metros na praia e fomos pro shopping, na companhia de um taxista que com certeza lê muitas revistas de fofoca. Agora já sei dizer onde o Zeca Pagodinho mora, qual apartamento o Romário perdeu por não pagar condomínio e os prédios mais caros da região.
Chegando no shopping encaramos uma linda fila pra entrar na Forever 21. E juro que depois disso eu achei que ia começar a nevar no Rio, pela quantidade de casacos grossos. Preciso comentar que aguentei horas na fila pra pagar as minhas coisinhas? Uh, nunca vi tanta gente numa loja só. Ainda mais onde para cada peça bonita tem umas 7381263184 outras feias.

20140501-230231.jpg
Depois de me estressar legal, tive o prazer de sentar, tirar minhas sapatilhas e me deparar com calos enormes no meu pé. Mas esqueci totalmente isso depois que ouvi o som de um piano. E melhor ainda, era um lindo piano de calda preto no meio do shopping. Ah, eu tive certeza que estava no céu quando ele começou a tocar “Someone Like You”…
Agora, empanturrada de batata inglesa feita de ouro de tão cara, só me resta dormir.

13˚Dia: Universal Studios

Ah, que lugar maravilhoso! Não tínhamos muito tempo para fazer todos os brinquedos, mas nos divertimos muito!

IMG_2090

Hollywood Rip Ride Rockit:  podíamos escolher a música que íamos ouvir enquanto andávamos nessa montanha russa. Adorei isso! Mas achei que o caminho era meio desconfortável. O carrinho travava e tremia muito, até doeu meu pescoço. Saí com dor de cabeça, mas queria muito ir de novo. Na segunda vez, fui com meu pai no primeiro carrinho e não senti tanto isso. Talvez tenha sido apenas impressão minha, mas ele achou a mesma coisa.

Revenge of the mummy: mais uma montanha russa no escuro. Pra mim são as melhores! Nunca sei o que vai vir pela frente, e sempre acabo me divertindo mais. Essa realmente me impressionou, eu esperava mais um brinquedo bobo daqueles que conta histórinha e no final tenta assustar… Bem, ela começa assim, e de repente me vi numa sala escura em uma montanha russa totalmente diferente. Dá pra sentir o calor do fogo chegando perto do rosto, haha, e o cheiro ruim do corpo das múmias. Eca, eca.

Twister… Ride it Out: esse foi o brinquedo mais idiota que eu vi em todos os parques. É uma demonstração de como as pessoas se sentem durante um furacão, mas é muito ridículo! Colocam até uma vaca voando. Cade sentido nisso? Não gostei. Perda de tempo. Não teria me arrependido de pular esse brinquedo e ir em outros mais legais. É muito sem noção.

The Blues Brothers Show: o show acontecia no meio da rua e era realmente muito legal! Os cantores estavam com cara de cansados, mas faziam uma dublagem perfeita! Quando eles cantaram “Soul Man” lembrei de Drake & Josh, quando eles se apresentam com essa música, haha.

Terminator 2: não sei se foi o cansaço, o sono ou sei la, mas eu, a Gi e a minha mãe dormimos a apresentação inteira! Era bem feito, os atores mesmo pareciam os personagens originais de O Exterminador do Futuro 2, mas era muito chato. Foi um belo momento de descanso, meus pés agradeceram.

Man In Black: Alien Attack: Muito divertido! Atiramos em todos os monstros possíveis enquanto o carrinho girava de um lado pro outro e no final vimos a pontuação. Eu ganhei do meu pai! Mas só porque alguns monstros precisavam de vários tiros para serem mortos, e meu pai não sabia disso.

IMG_2099

TRANSFORMERS: THE RIDE: sensacional! Tudo era muito real, parecia que eu estava dentro do filme mesmo! Me senti como se estivesse controlando um transformer de verdade. Simplesmente incrível. Meu pai ficou mais maravilhado que eu, haha.

IMG_2088

Fiquei muito, mas muito triste mesmo por não ter ido no Despicable Me Minion Mayhem, uma apresentação 3-D de Meu Malvado Favorito. Parecia ser tão legal… Mas a chuva nos impediu de ir em vários outros brinquedos. Não entendo porque eles fazem isso. Os brinquedos deveriam funcionar mesmo quando está chovendo. Revoltante.

IMG_2313

Entrar no Hard Rock Cafe foi um sonho pra mim. Saí tirando foto de tuuudo. Me apaixonei por aquele lugar. O serviço tá de parabéns também, foi o melhor restaurante em que comemos e não foi caro como achávamos que seria. A decoração era ma-ra-vi-lho-sa. Tinham fotos, roupas e outros objetos de artistas famosos em todas as paredes. Era muito lindo. Jantaria lá todos os dias, se pudesse.

IMG_2186

Termino este post mostrando o lindo carro que girava bem no meio do Hard Rock Cafe. Apaixonei. Porém acharia mais legal se fosse vermelho.

Até mais!

12˚ Dia: Animal Kingdom

Estou pulando o 11˚ dia pois foi um dia de “descanso”, quando fazemos de tudo, menos descansar. Sem muito blá, blá, bla, vamos ao que realmente interessa.

IMG_1723

Achei tudo muito lindo! Muito fofo destacarem o elefante, é meu animal selvagem preferido, haha.

IMG_1751

Essa era a Árvore da Vida, o símbolo do parque. É simplesmente magnífica. Nela estão esculpidos todos os tipos de animais que dá pra imaginar. Eu queira ficar olhando cada detalhe de cada galho, era tudo muito perfeito.

IMG_1776

A região das crianças, cheia de brinquedos bobinhos, com exceção da pequena montanha russa Primeval Whirl, que é muito divertida. Tem um percurso totalmente diferente do normal! Bem rápido, girávamos dentro do carrinho enquanto íamos pra cima e pra baixo.

IMG_1809

 Expedition Everest: já imaginou uma montanha russa que do nada cai para trás?? É incrível! Uma das melhores de todos os parques. Não sabíamos o que aconteceria, por isso levamos um belo susto. Se a minha mãe tivesse noção disso jamais teria ido, hahaha. Ela saiu com o coração na boca! Eu e a Gi queríamos muito ir de novo, mas a fila estava enorme.

Kali River Rapids: aah, esse brinquedo molha muuuito, mas nós tivemos sorte! Havia quatro meninas junto conosco, e todas elas estavam super arrumadas… Coitadas, foram as que mais se molharam! O caminho era curto, mas tinha uma queda enorme que formava uma onda gigantesca! É a melhor parte. Rimos muito o trajeto inteiro. O dia estava tão quente que ninguém se importou com a água gelada.

Dinosaur: simula uma viagem ao passado para capturar um dinossauro “domesticado”, haha. Senti como se estivesse numa missão de verdade, e até me assustei. Mas tirando isso, achei meio bobinho. Os dinossauros eram muito bem feitos, praticamente reais.

IMG_1840

No meio do parque aconteciam uns shows muito legais! Esse cara aí tocava muuuuito bem. Depois o vocalista (o de camisa laranja ali atrás) desceu do palco e começou a cantar e dançar junto com toda a plateia. Muita gente parou pra olhar e até a Gi dançou. Em outro lugar duas mulheres dançavam ao som de música indiana, me senti no meio de Caminho das Índias, hahaha. Coitadas, elas estavam pingando de suor! Mas não tiravam o sorriso do rosto.

O resto do parque tinha apenas algumas apresentações que só quem falava inglês entendia. Tinham também animais. Vários animais.

IMG_1881

Achei muito engraçado esse hipopótamo boiando, hahaha. São animais que parecem ser tão tranquilos… Sempre tão lerdos.

IMG_1966

Essas toupeiras carecas fizeram o meu dia! Todas ficavam amontoadas no mesmo lugar e se mexiam muito rápido o tempo todo! Eram bem feias, mas eu ri muito do comportamento delas.

IMG_2005

Achei esse lugar muito lindo. Pena que o vidro estava sujo, então a foto não ficou muito boa.

IMG_2021

Comparando o tamanho de um gorila ao lado da Gigi.

IMG_1907

Esse elefante simpático não parava de se mexer! Não consegui tirar nenhuma foto boa. Tinha um filhote escondido entre as árvores que era a coisa mais fofa desse mundo!

O parque era grande, mas não tão cansativo. Fizemos tudo o que queríamos, vimos um pouco de cada canto e ainda fomos cedo pra casa. Demos graças a Deus por não ser tão quente. Já que era todo cheio de árvores, não ficávamos expostos ao sol escaldante daquela tarde.

Achei realmente lindo, mas minha expectativa era maior quanto aos brinquedos. Eu adorei tudo, mas esperava sentir algo mais especial. Esse não foi meu parque preferido. Mesmo assim, crianças tipo a Gi, que amam animais, saíam de lá querendo levar todos pra casa, haha.

E assim foi nosso dia, até!

10˚ Dia: Aquática

A viagem já acabou, eu já voltei, mas a falta de tempo por lá me impediu de escrever tudo o que fizemos na última semana, começando pela visita ao Aquática, o parque aquático pertencente ao Sea World.

Não tiramos nenhuma foto lá, infelizmente. Mas nos divertimos muito, mesmo com a chuva que quase fechou o parque antecipadamente.  Por sorte, a tempestade se afastou do local bem rápido.

Os brinquedos que eu mais gostei foram esses aqui:

Imagem: reprodução

Imagem: reprodução

Dolphin Plunge: é a principal atração do parque, um tobo-água que passa por dentro do tanque de golfinhos! Muito legal! Fiquei triste por não conseguir ver nenhum golfinho, mas logo que você sai do brinquedo tem uma parede de vidro onde dá pra ver tudinho! Eles são muito fofinhos, brancos com manchas pretas, pareciam pequenas baleias.

Walhalla Wave: toda a família numa bóia só, em um tobo-água cheio de curvas e partes no escuro. Eu quase saí voando! Foi muito divertido. Estávamos em alta velocidade e morrendo de medo de que algo desse errado, pois quase fecharam o brinquedo pela segunda vez no dia pouco antes de irmos. Valeu muito a pena.

Imagem: reprodução

Walkabout Waters: A Giovana pirou quando viu esse enorme playground para crianças. Até meu pai se divertiu alí! Consegue ver aquele bade logo ali em cima? Ele se enchia de água e depois despejava em todos que estivessem embaixo!

Imagem: reprodução

Taumata Racer:  Me decepcionei, mas me diverti. Eu estava com medo dessa descida enorme, mas foi tranquilo. Emocionante, mas pensava que seria mais assustador. Por algum motivo, a Gi saiu chorando… Acho que ela não tinha noção de como era o brinquedo e acabou se apavorando.

Roa’s Rapids: um rio com uma correnteza muito forte! Não precisávamos nem nos mexer, a força nos guiava pelo caminho perfeitamente, era só ficar boiando. Muito legal! Era impossível nadar sem esbarrar em alguém. Sair dalí também foi uma tristeza, mas nós conseguimos!

Imagem: reprodução

Tassie’s Twisters: esse brinquedo é demais! Mas só para quem não faz como eu e diminui a velocidade rapidinho, haha. Depois de dar umas três voltas, caímos em um riozinho de correnteza leve, que também é usado para chegar até a entrada. Lá de cima dá pra ver o parque inteiro! É lindo, tudo colorido.

Depois de irmos em todos os brinquedos, tomamos banho e demos uma volta em um dos shoppings da cidade. Não sei o nome dele, mas isso não importa, pois todos tinham as mesmas lojas.

Um beijo, até!

9˚ Dia: Sea World

IMG_1457

O parque da linda baleia Shamu! Com um sol escaldante, lá fomos nós. O calor estava insuportável, mas nós sobrevivemos!

IMG_1462

Por algum motivo, alguém mandou escrever “Love God” no céu. Não consegui tirar foto da frase inteira porque quando o avião completou o D, o início do “love” já tinha desaparecido. Ainda me pergunto quem programou isso, mas foi muito legal. A Gi, que não viu completo, ainda acha que foi pra ela, haha.

IMG_1485

Fiquei tão triste por não conseguir tirar foto com a mascote do parque! Mas minha querida mamãe tirou foto dela e conseguiu um autógrafo pra mim.

IMG_1475

Essa era a montanha russa que imitava o nado de uma arraia. Muito legal! Cheia de loopings e curvas inesperadas. Um ótimo começo de parque. A Gi não pode ir e ficou super triste, tadinha.

IMG_1507

Nessa piscina podíamos tocar nas arraias! Elas tem uma pele super macia, e chegam bem pertinho de todos, querendo fazer brincadeirinhas. Uma delas sem querer molhou demais a minha irmã, ela ficou bem brava, haha. Coitadinha, levou um banho!

IMG_1671

Demos uma passada pela Antártica e vimos a simulação do início da vida de um pinguim. Depois, vimos pinguins de verdade! Tinha, inclusive, um Cody, de Tá Dando Onda. Onde eles ficavam era muito, muito frio, não tinha como ficar muito tempo por ali sem correr o risco de ficar doente depois.

IMG_1532

O show foi a coisa mais linda! Todas as baleias estavam fazendo brincadeiras com o público, haha. Elas jogavam água em todo mundo, de propósito! E pulavam beem alto. Muito fofinhas e incrivelmente espertas. Foi impressionante! Ficamos hipnotizados pela graça e beleza desse animal magnífico. Eu nunca imaginei que baleias podiam transmitir tanta alegria e serem tão bem treinadas!

IMG_1621

Esse é o sorvete conhecido como Dippin’ Dots, cheio de bolinhas! É gostoso, mas o dia estava tão quente que logo derreteu e virou sorvete normal. O de chocolate é o melhor!

IMG_1654

Pra vocês verem como estava quente, eu até tive que amarrar o cabelo! Não dava pra suportar. Todo mundo estava passando mal, ainda bem que uma pessoa muito esperta resolveu instalar ventiladores por todo o parque.

IMG_1658

Esse era o taque com tubarões e arraias, onde podíamos alimenta-los com uma comida específica que era um pouco cara… Não valia a pena.

IMG_1672

A melhor montanha russa do parque! Fui três vezes com meu pai, e ela é super legal. Não fica travando o tempo todo, então alcançamos uma velocidade muita alta! Dava pra ver até o parque Aquática lá de cima! O melhor era que os pés iam soltos, então a emoção era bem maior.

IMG_1692

Minha mãe tirou essa foto. Conseguem ver eu e meu pai alí na frente? Tentem localizar um vans vermelho.

IMG_1699

Awn, o show de “comédia” das focas. Meus pais, que não entendem muito de inglês, só riam das palhaçadas que essas duas foquinhas fofas viviam fazendo. A plateia também não se animava muito com as piadas dos personagens, coitados! No final, o leão marinho aparece, e os três fazem uma pequena apresentação juntos, depois saem bem bonitinhos. Fiquei encantada com a rapidez com que as focas respondiam aos comandos dos treinadores, e ainda conseguiam tirar uma com a cara deles!
O dia foi maravilhoso, mas estava muito quente! Como as pessoas conseguem vir aqui em julho? Deve ser insuportável!
Obrigada por ler até aqui, até!