Meu Ano de Vestibular

Inicialmente digo que vou sentir falta de cada momento bom que tive esse ano. Comparados aos momentos de estresse e obrigações, foram poucos. Mas, nesse caso, os fins justificam os meios. Escrevo esse texto em uma madrugada, três dias antes da prova que eu estudei o ano todo para fazer, e mesmo assim escuto que… Continue lendo Meu Ano de Vestibular

Sobre o fim do terceirão

Minha vida de ensino médio acabou. Lembrar do esforço é definitivamente a única parte ruim. O resto, já me dá saudade.

Notas de Outubro

Sobre o apartamento que já tem uma árvore de Natal: Ela ficava no cantinho da sala, perto da janela. Inofensiva, aparentemente. Ela esperava ansiosamente o Natal. Contava os dias, os presentes e as comidas que teria. Contava os primos, as primas e as tias que veria. E mais do que isso, contava os segundos para o… Continue lendo Notas de Outubro

Uma mulher da noite

Sou uma mulher da noite, mas não a que você conhece. Os vestidos curtos, lindos e desconfortáveis, que imploram por uma semana de alimentação leve; os sapatos lindos que deixam calos do tornozelo até as pontas dos dedos; as bolsas que mal cabem os documentos mas esbanjam brilho, permanecem no armário sempre que possível. As… Continue lendo Uma mulher da noite

Em um futuro perfeito…

"Eu não pertenço a esse lugar." disse uma menina de 7 anos em meio a um dia de sol à minha mãe.

O começo do fim

O futuro está cada dia mais próximo, e eu não vejo a hora de encontrá-lo.

Caminhos de estrelas

As vezes acordo no meio da noite e imagino como seria se eu pudesse ter outra vida. Outras pessoas, outros lugares para visitar, outros hábitos. Um mundo novo todo meu. Um eu novo também. Mas como seria? O que adicionaria e o que eu tiraria desse meu atual mundo, para transforma-lo em outro diferente? Não… Continue lendo Caminhos de estrelas