Uma mulher da noite

Sou uma mulher da noite, mas não a que você conhece. Os vestidos curtos, lindos e desconfortáveis, que imploram por uma semana de alimentação leve; os sapatos lindos que deixam calos do tornozelo até as pontas dos dedos; as bolsas que mal cabem os documentos mas esbanjam brilho, permanecem no armário sempre que possível. As noites de festas, luzes coloridas e músicas taquicardiacas são especiais, quase raras.

Sou uma mulher da noite, mas não a que você julga repleta de tédio: olhadas para o teto, assaltando a geladeira, vendo nada na televisão ou matando tempo na internet. Noites improdutivas são para dormir.

Sou uma mulher da noite de vícios: conversas de perder horas e esquecer o relógio; sentimentos tão belos e complexos que só a luz da lua consegue decifrar e transformar em poemas; madrugadas de estrelas, tão frágeis quanto as nuvens; livros lidos como filmes; filmes vistos como memórias vivídas em outras vidas; histórias tão loucas que se tornam realidade; vinhos bebidos como poções mágicas para risadas e aventuras; fuga para lugares inesperados. A madrugada é o momento de fazer tudo aquilo que ninguém acreditaria mas qualquer um gostaria de ter feito. É o momento em que não há olhos julgando seus sorrisos e pensamentos. As lágrimas da madrugada são as mais verdadeiras e inevitáveis. Após a meia noite é a hora de libertar a curiosidade, a sede por conhecimento, seja do próprio corpo ou do mundo de outros. A noite não apenas esconde segredos, muito mais os revela, porém poucos estão acordados para ler e escrever noites inesquecíveis e intimistas, a ponto de serem lembradas na manhã seguinte como sonhos. E quando você se pergunta “aquilo aconteceu?” incrédulo e em êxtase é que sabe o que é viver como um amante de luas.

E se nada disso te trouxer lembranças que fujam do clichê das matinês, então você nunca conheceu uma mulher da noite.

Anúncios

Um comentário sobre “Uma mulher da noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s