Filme: Boyhood

O filme tão falado ultimamente, filmado durante 12 anos, acompanha o crescimento do jovem Ellar Coltrane interpretando Mason da infância a juventude (como o subtítulo do filme informa).

boyhood_1

Ele é um garoto tímido, inicialmente normal, mas que, com os anos e os problemas entre seus pais divorciados e um novo marido da mãe, apresenta um olhar triste e uma mania de se isolar. Enquanto pequeno era viciado em video-games. Com o tempo se apaixona por fotografia.

Mason sofre sozinho. Sua irmã mais velha passa pelos mesmos traumas, mas continua agindo como uma menina comum, e não uma “depressiva”, como ele.  São dilemas e problemas bem comuns como drogas, divórcio, bullying e a realidade de como isso afeta cada um. Ele acaba com poucos amigos, mas parece mais próximo da mãe do que qualquer outra pessoa.

O início do filme é a melhor parte. Dramas familiares, momentos de tristeza e grande felicidade. Mas a medida que o filme vai evoluindo, torna-se monótono e chato. Algumas cenas me pareceram desnecessário, resultando num drama longo demais são quase três horas. Mas é interessante ver como, de uma hora pra outra, os personagens mudam física e psicologicamente. A atuação de todos é impressionante. Acredito que, sendo atores não conhecidos, os jovens impressionaram. A evolução dos personagens é natural, e por mais que sofram mudanças na personalidade, não deixam “ser eles mesmos”.

Por mais que tenha ganhado vários prémios, não acho um filme digno de tanto. A ideia é maravilhosa, realmente. Há muito anos, quando ainda era criança, achava que todos os filmes em que as crianças cresciam eram feitos assim (e até pouco tempo, minha irmã achava o mesmo). Mas, pra mim, filmes que retratam o cotidiano de uma família sem nada de especial são comuns e eu ainda estou na fase de gostar de sair do cinema com um “felizes para sempre” e aquela sensação de esperança e borboletas no estômago. Deixando claro que drama não é o meu gênero preferido.

Não assistiria de novo, mas acho importante pelo menos uma vez com muita paciência e tempo ver como é um filme sobre a melhor e mais rápida época da vida de alguém.

 

.

Anúncios

Um comentário sobre “Filme: Boyhood

  1. claquetegirls disse:

    Sou muito apaixonada por esse filme. 🙂
    “Boyhood” entra nos meus favoritos. A forma com que ele foi crescendo e a leveza que o diretor mostra nos fatos, sem nada muito fantasiado.
    Ele não tem como proposta o “felizes para sempre”. A trilogia do “Antes do Amanhecer”, do mesmo diretor, também tem essa ideia.
    Diferente de você, acho ele digno de ganhar vários prêmios sim!
    Uma proposta arriscada e inovadora. O cinema atual precisa de pessoas dispostos a fazerem projetos mais inovadores.
    Beeijos

    https://claquetegirls.wordpress.com/
    Beatriz Baesso

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s