Adeus, Abril. Olá, Rio de Janeiro!

20140501-230121.jpg
Finalmente o mês que eu menos gosto acabou! E maio caiu do paraíso até mim trazendo junto Avril Lavigne e One Direction <3. E agora, cá estou, no Rio de Janeiro, pra ver o show daquela loirinha linda. Ou seja, nada de passeios de turista :/
É incrivel como quase tudo é pixado por aqui. Até nos canos de esgoto grudados ao lado das pontes, no alto das propagandas, lateral de viadutos, e outros lugares que eu não consigo imaginar como a tal pessoa chegou lá, mas ok. Capaz de ter alguma coisa até no teto dos túneis. Assim como em Floripa, a maioria é apenas rabiscos, enquanto outros são verdadeiras obras de arte. Mas a diferença em relação a quantidade é gritante.

20140501-230148.jpg
Parei de pensar nisso assim que cheguei na Barra da Tijuca, o lugar do nosso hotel, e fui recebida por esse leão super carismático e que combina totalmente com a decoração meio submarina do hotel. Quase todos os empregados se vestiam como marinheiros, era bem fofo.

20140501-230141.jpg
Infelizmente, só podíamos entrar nos quartos depois das 11hrs, e chegamos lá 10h, mais ou menos. O jeito foi trocar de roupa e dar uma caminhada pela praia. No caminho, uma moça me entrevistou por causa do meu cabelo rosa. Foi bem legal, mas na minha cabeça é um assunto tão normal que fiquei meio surpresa quando ela perguntou pra minha mãe o que ela, quando era mais nova, achava das pessoas que tinham cabelo colorido. E ela respondeu que pensava que eram todos meio doidos. Sou doida, então?

20140501-230131.jpg
Enquanto minha mãe e a Gi iam tomar um banho de mar, eu e meu pai capotamos na cama até as 15hrs. Uhul, super divertido. Matamos tempo em um dos quiosques que tem de 10 em 10 metros na praia e fomos pro shopping, na companhia de um taxista que com certeza lê muitas revistas de fofoca. Agora já sei dizer onde o Zeca Pagodinho mora, qual apartamento o Romário perdeu por não pagar condomínio e os prédios mais caros da região.
Chegando no shopping encaramos uma linda fila pra entrar na Forever 21. E juro que depois disso eu achei que ia começar a nevar no Rio, pela quantidade de casacos grossos. Preciso comentar que aguentei horas na fila pra pagar as minhas coisinhas? Uh, nunca vi tanta gente numa loja só. Ainda mais onde para cada peça bonita tem umas 7381263184 outras feias.

20140501-230231.jpg
Depois de me estressar legal, tive o prazer de sentar, tirar minhas sapatilhas e me deparar com calos enormes no meu pé. Mas esqueci totalmente isso depois que ouvi o som de um piano. E melhor ainda, era um lindo piano de calda preto no meio do shopping. Ah, eu tive certeza que estava no céu quando ele começou a tocar “Someone Like You”…
Agora, empanturrada de batata inglesa feita de ouro de tão cara, só me resta dormir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s